Cours Capoeira Paris Unesco 2014 - Capoeira - Patrimoine Mondial
Cours Capoeira Paris

Cours de Capoeira Paris - Nos Médias

Chants > Les classics...

A Bananeira Caiu

Autor : Mestre Boneco CBLA

A Capoeira e o cantador

Autor : Mestre Boa Voz (Capoeira Abada)

A capoeira tem vida

Autor : Pretinho (Capoeira Abada)

A hora é essa

A lição

Autor : Mestre Barrão (Axe Capoeira)

A maré 'ta cheia ioio

A maré a maré

Autor : Mestre Pequinês

A maré encheu, A maré levou

Autor : Mestre Casquinha

A navalha / Cortou deixa cortar

Autor : Mestre Suassuna (Grupo Cordão de Ouro)

A roda jà começou

A volta do mundo, é como a maré

Adeus adeus (Boa viagem)

Autor : Mestre Marrom

Africa se uniu

Agora Sim Que Mataram O Meu Besouro

Autor : Mestre Jogo De Dentro

Aidé, negra africana

Autor : Professor Marquinho Coreba (Capoeira Gerais)

Além-mar

Amor

Autor : Graduado Voador (Capoeira Nagô)

Aqui na minha casa

Armas brancas (Tiririca e Tucum e Navalha)

Autor : Macaco Preto (Abada)

Aruandê (zumbi foi guerreiro)

Bahia de outrora

Autor : Mestre Mão Branca (Capoeira Gerais)

Balança o corpo sinha

Balança que pesa ouro

Autor : Mestre Pernalonga

Beriba e pau, e pau

Berimbau chamou você

Autor : Instrutor Morcego (Capoeira Luanda)

Berimbau de Bimba

Autor : Mestre Elias

Berimbau falou

Autor : Graduado Voador (Capoeira Nagô)

Berimbau mandou se benzer

Autor : Boa Voz (Abada)

Berimbau tocou

Cade meu espinho de laranjeira

Autor : Profesor Pretinho (Abada)

Camafeu (Samba no mar)

Capineiro de ioiô

Capoeira a mais bela é você

Autor : Mestre Torneiro Cantando

Capoeira da Africa

Autor : Formado Cigano

Capoeira de Angola

Autor : Mestre Charm

Capoeira de verdade

Autor : Professor Fanho (Capoeira Brasil)

Capoeira é Beleza

Autor : Mestre Matias

Capoeirando

Autor : Mestre Espirrinho

Catarina, meu amor

Autor : Mestre Mão Branca

Cor de misterio

Autor : Mestre Mão Branca (Capoeira Gerais)

Cordão de ouro é Besouro Manganga

Autor : Mestre Mão Branca

Dendê

Dende mare

Dona Maria como vai você

E caminhador

Autor : Mestre Ramos (Senzala)

E da nossa cor

E e e Viola

Autor : Mestre Kim

E hoje tem capoeira

Autor : Mestre Camisa (Abada)

E la la eh la eh la

Autor : Mestre Esquilo

E marinheiro

Autor : Fala Mansa (Capoeira Abada)

Eh Bahia

Autor : Mestre Boneco Canta

Ela e linda a Capoeira

Autor : Mestre Capu

Ela te chama (Capoeira vem)

Autor : Contra-Mestre Chicão

Eu acabei de chegar trazendo dendê

Eu quero voltar

Autor : Faisca (Grupo Candeias)

Eu vou tambem, eu vou pro mar

Autor : Lagarto (Grupo Camangula)

Familia de ouro

Autor : Mestre Chicote (Cordão de Ouro Paris)

Folha seca

Hoje eu tava pensando em casa

Autor : Professor Pretinho

Hoje me leva o coração pra Bahia

Autor : Graduado Voador (Capoeira Nagô)

Hoje tem capoeira aiá

Iê meu berimbau

Autor : Instrutor Saracuru (Capoeira Brasil)

La na Bahia côco de dendê

Lembra de Bimba

Autor : Graduado Voador (Capoeira Nago)

Luanda é

Luta de mandingueiro

Autor : Mestre Barrão

Madeira boa (vou esperar a lua voltar)

Autor : Mestrando Charm (Capoeira Abada)

Mandei benzer

Autor : Mestre Barrão (Axe Capoeira)

Manduca da Praia

Marinheiro sou

Me leva na Bahia

Mercado modelo

Autor : Mestre Gajé

Mestre Bimba apareceu (E la la e laela)

Mestre Waldemar

Meu Berimbau faz Tim Tim Don Don

Meu mundo

Autor : Fala Mansa

Meu patua

Autor : CM Casquinha / CM Xuxo (Grupo Cordão de Ouro)

Mundo enganador

Autor : Mestre Barrão (Axe Capoeira)

Na Aruanda

Nega nega nega iaia

Autor : Mestre Kim (Capoeira Brasil)

Nego nego nego nego

Autor : Mestre Suassuna (Cordão de ouro)

No tempo

Autor : Mestre Camaleão

Noite da saudade

O Marinheiro

Autor : Carlos Santos

O molho tem dendê

Autor : Mestre Pretinho e Macaco Preto

O negro, cante ai fazendo fuzuê

Autor : Cobra Coral (Capoeira Abada)

O pé passou & bamba na Capoeira

O que é o berimbau ?

O som do Berimbau

Autor : Mestre Cigano

O valor da capoeira

Autor : Mestre Burgues

Oi sim sim sim, oi não não não

Ola ola é (Quero ver cair)

Parabens a você

Joyeux anniversaire

Paranaue

Autor : Cantiga de Capoeira

Peito Vazio

Autor : Mestrando Charm

Porque séra

Autor : Mestre Boa Voz (Capoeira Abada)

Pra jogar aqui tem que ter dendê

Música: Contra-Mestre Douglas / Canta: Mestre Pequinês

Preta ba

Autor : Boa Voz

Quando eu venho de Luanda

Auteur : Mestre Toni Vargas (Capoeira Senzala)

Quando meu mestre se foi (iaia ioio)

Quem nunca andou de canoa

Autor : Mestre Pernalonga

Quem vem la sóu eu

Autor : Mestre Suassuna

Rainha do mar (Mora Yemanja)

Autor : Professor Marquinho Coreba (Capoeira Gerais)

Roda da paz

Roda maravilhosa

Samba lê lê bateu na porta

São bento me chama

São bento me chama eu vou

Saudade das rodas da praça

Autor : Boa Voz (Capoeira Abada)

Saudade de Ezequiel

Autor : Mestre Fanho (Capoeira Brasil)

Sentimento de um cantador

Ser Capoeira é bom demais

Simião

Sinha

Sinhazinha

Autor : Mestre Barrão (Axe Capoeira)

Sinto vazio no peito

Autor : Mestrando Charm (Capoeira Abada)

Sou Capoeira e pego na viola

Sou eu Humaita

Sou movido pela capoeira

Autor : Mestre Pequinês (Capoeira Nagô)

Tin tin tin la vai viola

Tristeza de Aidê

Autor : Caxias (Abada SP)

Vamos vadiar

Autor : Fala Mansa

Vem jogar mais eu

Autor : Mestre Fanho (Capoeira Brasil)

Vento no canavial

Autor : Mestre Caxias

Vou no balanço das ondas

X

Cours de Capoeira Paris - Nos Médias

Mundo enganador

Autor : Mestre Barrão (Axe Capoeira)

Oi vivemos aqui nessa terra
Lutando pra sobreviver
O Lugar onde poucos têm muito
E muito sem ter o que comer
Olhando isso eu fico triste
Me pergunto qual é a solução?
Estou feliz por ter a capoeira
Como forma de expressão
Capoeira é uma arte
E arte é obra de Deus
Nesta terra eu não tenho muito
Mas tudo que eu tenho foi Deus que me deu

Nesta terra eu não tenho muito
Mas tudo que eu tenho foi Deus que me deu

Eu tenho um canarinho cantador
Berimbau afinado e um cavalo chotão
E um carinho da morena faceira que me deu
Seu amor e o menino chorão
Ah! Meu Deus quando eu partir
Desse mundo enganador
Pra meu filho eu deixarei
Uma coisa de valor, é é é .
Não é dinheiro, não é ouro, não é prata.
É um berimbau maneiro que eu ganhei do meu avô

Não é dinheiro, não é ouro, não é prata.
É um berimbau maneiro que eu ganhei do meu avô


Ô, ô, ô, Meu berimbau que toca Iúna e benguela
Toca paz, e toca guerra e toca até chula de amor.

Não é dinheiro, não é ouro, não é prata.
É um berimbau maneiro que eu ganhei do meu avô.


Ah! Meu Deus quando eu partir
Desse mundo enganador
Pra meu filho eu deixarei
Uma coisa de valor, é é é .
Não é dinheiro, não é ouro, não é prata.
É um berimbau maneiro que eu ganhei do meu avô.

Não é dinheiro, não é ouro, não é prata.
É um berimbau maneiro que eu ganhei do meu avô.


Ô, ô, ô, Meu berimbau que toca Iúna e benguela
Toca paz, e toca guerra e toca até chula de amor.


Não é dinheiro, não é ouro, não é prata.
É um berimbau maneiro que eu ganhei do meu avô.



Oh nous vivons ici sur cette terre
Lutant pour survivre
Ce lieu où si peu ont beaucoup
Et de nombreux n'ont pas de quoi manger
Quand je vois tout cela je deviens triste
Je me demande quelle est la solution?
Je suis heureux d'avoir la Capoeira
Comme forme d'expression
Capoeira est un art
Et l'Art est l'oeuvre de Dieu
Sur cette terre je n'en possède pas beaucoup
Mais tout ce que j'ai, c'est Dieu qui me l'a donné

Sur cette terre je en possède pas beaucoup
Mais tout ce que j'ai, c'est Dieu qui me l'a donné

J'ai un canari chanteur
Berimbau fin et un cheval chotão*
Et l'affection de la métisse intelligente qui m'a donné
Son amour et un enfant chouineur (pleureur)
Ah! mon Dieu quand je partirai
De ce monde trompeur
A mon fils je laisserai
Une chose de valeur c'estâ?¦
Ce n'est ni de l'argent (monnaie) ni de l'or ni de l'Argent (métal),
C'est un berimbau "stylé" (maniéré) que j'ai reçu de mon grand père.

Ce n'est ni de l'argent ni de l'or ni de l'Argent,
C'est un berimbau "stylé" (maniéré) que j'ai reçu de mon grand père.

Ô, ô, ô, Mon berimbau qui joue Iúna et benguela
qui joue la paix, et joue la guerre et va jusqu'à jouer des chulas d'amour.

Ce n'est ni de l'argent ni de l'or ni de l'Argent,
C'est un berimbau "stylé" que j'ai reçu de mon grand père.



*Presque un âne au sens péjoratif, dont le pas est hésitant.



X